Lista atualizada em 02/05/2019

Muita gente anda cansada de discursos políticos que não se tornam realidade. Os partidos convencionais tem sido desacreditados por fazerem pouco, isso quando não apresentam propostas sem sentido e que podem levar um país ao regresso. Na contramão da política tradicional – com interesses financeiros – há alguns partidos ao redor do mundo tem defendido propostas dignas do séc. XXI. Veja quais são eles na lista abaixo!

PARTIDO PELOS ANIMAIS (Partij voor de Dieren; PvdD)

Política não deve se restringir apenas aos humanos, todo sofrimento desnecessário tem que ser combatido. É nisso que o Party For The Animals (Partido Pelos Animais) se baseia. Deve-se lutar para garantir os direitos dos animais não-humanos também, que são indivíduos. Tem origem na Alemanha.

Descrição do partido: O Partido para os Animais (PvdD) é o primeiro partido político no mundo que não dá prioridade aos interesses de curto prazo do ser humano, mas que tem como tema o planeta inteiro com todos os seus habitantes . Nós fazemos parte de um crescente movimento mundial que se empenha pelos interesses dos animais, da natureza e do meio-ambiente na política e na administração pública. Para reforçar esse movimento internacional, o PvdD fundou a Animal Politics Foundation no final de 2012.

PARTIDO PIRATA (Piratpartiet; PP)

A luta do Partido Pirata é para a reforma das leis de propriedade intelectual, privacidade e a defesa dos direitos civis com uma visão humanista. Foi criado na Suécia mas já está tentando se regularizar no Brasil.

Descrição do partido: O Partido Pirata é um movimento que surgiu no Brasil no final de 2007 a partir da rede Internacional de Partidos Piratas, organização pela defesa ao acesso à informação, o compartilhamento do conhecimento, a transparência na gestão pública e a privacidade – direitos fundamentais que são ameaçados constantemente pelos governos e corporações para controlar e monitorar os cidadãos. Não acreditamos na “propriedade intelectual” e entendemos que sua defesa no âmbito digital implica no controle dos cidadãos e na supressão dos direitos civis e liberdades individuais fundamentais. O Partido Pirata do Brasil defende ainda a inclusão digital, o uso de softwares livres e a construção de políticas públicas de forma efetivamente participativa e colaborativa. O Partido Pirata ainda não é institucionalizado. Mas não estamos esperando o reconhecimento oficial para buscar apoios e difundir nossas propostas. Elas estão em constante desenvolvimento pelos membros do Coletivo, que se comunicam através de ferramentas colaborativas e abertas ao público, como o fórum, wiki e grupos em redes sociais. O Partido Pirata não se parece em nada com a instituição “Partido” a qual estamos acostumados: burocráticas, hierárquicas e verticalizadas. Atuamos de forma descentralizada e não hierárquica. Essa forma de agir, compartilhando e construindo conjuntamente as propostas, se associa diretamente à nossa própria identidade e à sociedade que queremos construir. Àqueles que buscam modos abertos e transparentes de se fazer política, fica o convite para o ingresso no Partido Pirata.

INICIATIVA FEMINISTA (Feministikt Initiativ; Fi ou F!)

Como o nome já sugere é um partido focado na luta pela igualdade de direitos, respeirando sobretudo os direitos humanos. Partido Sueco.

Descrição do partido: O Iniciativa Feminista está alargando a democracia com uma plataforma política que contraria todas as formas de discriminação. Nós ajudamos a mobilizar os crescentes movimentos sociais que buscam a igualdade, acessibilidade e da justiça social e assim trazemos uma nova dimensão para a política.

PESSOAS-ANIMAIS-NATUREZA (PAN)

Este é outro partido que está muito a frente do senso comum. Como o próprio nome propõe, seus membros além de lutar pelos humanos, lutam pelos animais e pela natureza com maior afinco. De origem portuguesa.

Descrição do partido: O PAN pretende ser a voz e o braço políticos dos movimentos cívicos, das associações e das ONGs que buscam suprir e superar os limites das políticas estatais e institucionais e promover uma consciência activamente solidária nas causas humanitária, animal e ecológica, bem como de todos os indivíduos, associações e movimentos que nas várias esferas procuram desde já efectuar a transição para uma sociedade alternativa e renovada.

PARTIDO VERDE EUROPEU (European Green Party; EGP)

O Partido Verde Europeu baseia-se nas chamadas políticas verdes, tais como a responsabilidade ambiental, a liberdade individual, a democracia, a diversidade, a justiça social, a igualdade de género, um desenvolvimento sustentável global e a não-violência e a paz.

Descrição do partido: O Partido Verde Europeu é um partido político transnacional que tem como membros os partidos verdes dos países europeus (embora não necessariamente dos Estados-Membros da União Europeia). Nossos membros são os 46 partidos verdes nacionais de toda a Europa – tanto dentro como fora da UE – apoiando uns aos outros para fortalecer a política verde em todo o continente.

PARTIDO VERDE DOS ESTADOS UNIDOS (Green Party of the United States; GPUS ou Greens)

O Partido Verde dos Estados Unido promove o ambientalismo, a não-violência, a justiça social, democracia participativa, a igualdade de género, direitos LGBT e o anti-racismo.

Descrição do partido: O Partido Verde dos Estados Unidos é uma federação de Partidos Verdes estaduais comprometidos com o ambientalismo, a não-violência, a justiça social e a organização de base. Os Verdes estão renovando a democracia sem o apoio de doadores corporativos. Os Verdes oferecem soluções reais para problemas reais. Se a questão é a saúde universal, a globalização corporativa, a energia alternativa, a reforma eleitoral ou o salário decente e digno para os trabalhadores, os Verdes têm a coragem e a independência necessárias para enfrentar os poderosos interesses corporativos. A Comissão Federal de Eleições reconhece o Partido Verde dos Estados Unidos como o Comitê Nacional oficial do Partido Verde.

PARTIDO ANIMAIS

ANIMAIS é o primeiro movimento político no Brasil visando uma ampla defesa dos animais não-humanos em todas suas representações biológicas. Temos como objetivo defender-lhes e garantir-lhes o justo usufruto de suas necessidades mais fundamentais, tais como vida digna em completa liberdade, dotada de plena integridade física e psíquica, com franco acesso à sua ambientação ecológica originária e à espontânea manifestação de suas características inatas. O partido está em fase de coleta de assinaturas para sua viabilização. Com o CNPJ oficializado é considerado o 1º partido animalista da América Latina e o 14º do mundo.


Sabe de mais algum partido que tem propostas inovadoras e que buscam de fato um mundo melhor para todos? Diz aí nos comentários.